sábado, 9 de maio de 2015

O segredo da vida em abundância

 

Falar da vida em abundância e aceitar uma vida de miséria tem sido um dos maiores sinais da falta de conhecimento da Verdade!

Meditemos: Será que o Deus do Antigo Testamento é diferente do Deus do Novo Testamento?

A promessa de Deus a Abraão foi de uma descendência abençoada e próspera. Por causa dessa promessa, nós vemos os descendentes biológicos de Abraão, os judeus, serem detentores das maiores riquezas deste mundo, mesmo sendo perseguidos e odiados por causa disso. É muito difícil ver um deles pobre, pois Deus é Fiel e a Promessa se cumpre. No entanto, para eles uma coisa está faltando: a paz. Isso se dá pela falta da certeza da Salvação. Como aquele jovem rico que foi falar com o Senhor Jesus, ele tinha tudo menos a Salvação.

Por outro lado, o Senhor Jesus veio anunciar e trazer a Salvação para os que O aceitarem dizendo: Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. João 10.10

Ora, todo aquele que usa um pouquinho da inteligência entende que vida em abundância é ter tudo o que é necessário, incluindo a Salvação!

Só que não é isso que tem acontecido com a maioria dos cristãos, evangélicos, protestantes etc. Por quê?

Porque se deixaram enganar por essa frase babilônica e destruidora que diz que “Jesus ama os pobrezinhos”. Claro que Ele ama tanto os pobrezinhos como os ricos. Mas de uma coisa eu tenho certeza: Deus não ama ver um filho Seu passar fome, endividado e envergonhado. Eu até diria que isso é blasfêmia, pois como nós chamamos a Deus de Pai e aceitamos uma doutrina dessa? Será essa a vida em abundância prometida? Parece até que Deus é pior que os seres humanos, que querem o melhor para os seus filhos.

Infelizmente, tudo isso acontece porque as religiões têm usado o Antigo e o Novo Testamento como se fossem duas Bíblias, duas promessas ou dois Deuses com caracteres diferentes! E quem está ganhando com isso é o diabo, porque ele é quem gosta de divisão.

No dia em que os cristãos abrirem os olhos e começarem a praticar as mesmas obras de Abraão e viverem a fé sacrificial, tendo Jesus como Senhor e Salvador, aí sim se cumprirá a promessa da vida em abundância.

Agora nós podemos entender por que a Igreja Universal tem sido caluniada, perseguida e injustiçada na pessoa do seu líder. Pois ela, edificada e conduzida pelo Espírito Santo, não se deixou enganar por essas falsas doutrinas.

Além disso, a Universal tem mostrado que o Deus do Antigo e do Novo Testamento é Um Só e Único Deus, e os resultados estão à vista. O atual Templo de Salomão exemplifica isso.

Entretanto, a base de tudo isso é o sacrifício.
Pense comigo: Abraão e a sua descendência sacrificaram.
Deus sacrificou na Pessoa do Senhor Jesus.
E nós, cristãos, vamos ficar de fora?

Não se deixe enganar!
No dia em que isso mudar, aí você vai ver a Grandeza de Deus!

sábado, 2 de maio de 2015

O que o irmão de Moisés pode nos ensinar sobre idolatria

Mesmo conhecendo a Deus, ele ficou quieto diante da idolatria dos hebreus

Resultado de imagem para idolatria na bíblia

Arão era da tribo de Levi. Três anos mais velho que Moisés, foi escolhido por Deus para ser o assistente dele (Êxodo 4.14-17;27-31).

Porém, Arão não foi sempre obediente a Deus. Ele ajudou o povo hebreu a fazer ídolos palpáveis, a criar um deus, pois eles não estavam mais acreditando em Moisés, que ele era realmente um canal usado por Deus (Êxodo 32.1-8).

Pecado aceito

Arão não era uma pessoa qualquer, sem nenhum entendimento, mas sim um homem que já tivera uma experiência espiritual, já ouvira a voz de Deus. Porém, mesmo assim, ele se deixou levar por um povo incrédulo, que queria saber o que aconteceria depois de saírem da terra do Egito. Eles eram ansiosos e desejaram fazer tudo do próprio jeito. E quando aceitou o pedido do povo e fez um deus em fundição, Arão, em nenhum momento, os repreendeu ou disse não, somente aceitou e participou daquele pecado.

Quantas vezes, como cristãos, temos sido coniventes com o pecado de outras pessoas somente para agradá-las? Uns pensam: “Tudo bem eu participar, Deus conhece o meu coração”; “Não faz mal, é somente essa vez".

Mas não é nada disso. Deus espera uma posição radical de quem O serve. Ele quer ver em atitudes o quanto você O ama e o quanto quer fazer Sua Obra.

Não seja como Arão, que perdeu a chance de falar para aquele povo, de abrir os olhos daquelas pessoas e de fortalecer a fé delas. Era a oportunidade dele, já que Moisés tinha confiado aquele povo a ele.

Cuidado

Às vezes, uma atitude, uma palavra ou até mesmo uma visita a determinado lugar pode não parecer algo tão nocivo, mas é. Preste atenção em tudo para que, em primeiro lugar, você agrade a Deus, e não às outras pessoas.

"Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo. Faço-vos, porém, saber, irmãos, que o Evangelho por mim anunciado não é segundo o homem, porque eu não o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas mediante revelação de Jesus Cristo." Gálatas 1.10-12

Nos dias de hoje, situações que incentivam o pecado e expõem as pessoas às tentações são muito comuns. Festas vulgares, amizades erradas, conversas que não edificam espiritualmente, entre muitas outras coisas bombardeiam os servos de Deus frequentemente. Por isso, cuidado para não se envolver com o que "está na moda" ou o que "todo mundo está fazendo".

Se você deseja uma orientação, converse agora mesmo com um homem de Deus pelo Pastor Online.

Você achou essa reflexão interessante? Então, confira mais histórias sobre homens da Bíblia.

Fonte: http://www.universal.org

Você não está sozinho - Ты не один - мотивация

domingo, 29 de março de 2015

Cuidado com a sanguessuga

Ela pode lhe levar à morte espiritual

Por:  flavia Dias

Muitas pessoas não sabem, mas vivem por alimentar uma sanguessuga em suas vidas.

A característica marcante desse parasita é que, ao se agarrar e cortar a pele de sua vítima, ele libera substâncias para dilatar os vasos sanguíneos – provocando uma pequena hemorragia – e um anestésico local, para evitar que a vítima perceba a sua presença.

Dessa forma, a vítima vai perdendo cada vez mais sangue e, consequentemente, ficando debilitada aos poucos, sem ao menos perceber o que de fato está acontecendo.

Fazendo uma analogia com o lado espiritual, é exatamente assim que acontece com muitos cristãos. O diabo anestesia a pessoa de forma cautelosa. Ela acaba não se dando conta de tudo o que está ao seu redor. E a pequena hemorragia espiritual se inicia.

Aos poucos, sem perceber, a pessoa deixa de orar, ler a Bíblia, jejuar e ir para a igreja. Às vezes é por causa da falta de tempo, devido ao trabalho, estudos, cuidado com a casa, entre outras coisas.

No entanto, uma vez não se alimentando da , da Palavra de Deus, a pessoa vai enfraquecendo espiritualmente. A anestesia vai ficando cada vez mais forte e a sensibilidade para com as coisas de Deus muito menor, quase imperceptível, até chegar ao ponto de a pessoa não ter mais forças para continuar.

Tudo acontece de forma singela, e nem mesmo a pessoa entende o que aconteceu. Pensamentos como, por exemplo, “não vou muito à igreja, pois tenho que dar bom testemunho em casa, deixando tudo organizado”; “minha vida está muito corrida, trabalho e estudo”; “faltar só este domingo não tem problema”; “estou muito cansado, Deus entende”, se tornam comuns.

Não deixe a sanguessuga tomar posse da sua vida até lhe levar ao óbito espiritual. Tome uma atitude imediata e arranque ela de sua vida.

Volte a praticar aquilo com o que você está em falta. Arrependa-se e combata esse anestésico exercendo a sua fé.

 

Fonte: http://www.universal.org

terça-feira, 10 de março de 2015

SENTINDO VONTADE OU NÃO


O alarme do celular dispara ecoando o barulho pelo quarto. A pessoa olha para o visor e pressiona a opção “soneca”. “Só mais 5 minutinhos”, ela diz. Quando percebe, o mesmo botão já foi pressionado várias vezes e novamente essa pessoa está atrasada para o trabalho.
Aquele projeto está digitado no computador há meses e não se torna realidade, porque a pessoa está esperando uma oportunidade para colocá-lo em prática.
As tarefas estão se acumulando nos lembretes. A pessoa olha e diz para si mesma: “Ah, depois eu faço. Deixa para amanhã.”
Você sabia que esse tipo de atitude é muito prejudicial para o desenvolvimento profissional?
Por isso, fique atento para não se tornar mais uma vítima do comodismo. Para alcançar o sucesso, é muito importante ter foco e buscar sempre alcançar os objetivos.
Todos os dias, antes de trabalhar, visualize aonde você quer chegar e quais são os seus propósitos. Revise as tarefas do dia e verifique as prioridades. Dedique-se para alcançar o seu sonho.
Sentindo vontade ou não, você precisa fazer o que é o melhor para a sua vida.
Confira o vídeo abaixo e pense sobre como você tem conduzido as suas realizações:



Fonte: http://www.universal.org

quarta-feira, 4 de março de 2015

50 tons de vergonha

Familiares de protagonistas de "50 tons de cinza" não querem ver o filme

Por: Andre Batista/ Imagem: Reprodução NBC News

 

O filme bate recorde no mundo inteiro, com mais de 400 milhões de dólares em bilheteria, mas a mãe de Dakota Johnson, atriz principal, se recusa a assistir. Antes mesmo do lançamento, o filme já fazia tanto ou mais sucesso que o livro que o originou, mas o galã da trama, Jamie Dornan, já demonstrava seu desconforto por filmar.

“Eu me sinto ‘sujo’ por filmar essas cenas eróticas”, já havia declarado Dornan a diversos veículos. “Quando chego em casa após o trabalho, tomo banho para me limpar antes de fazer qualquer coisa, antes mesmo de tocar meu filho e minha esposa.”

Dornan, aliás, declarou que a esposa dele, Amelia Warner, “é a última mulher do mundo a querer ver esse filme”, levantando rumores sobre sua permanência para a filmagem das sequências. Amelia também teria demonstrado ciúmes de Dakota e dito que ela parecia vulgar nas cenas que vira.

Já Dakota viveu grande desconforto ao vivo, na frente do mundo inteiro, durante a cobertura do Oscar pela tevê. Acompanhada de sua mãe, a também atriz Melanie Griffith, ao conceder entrevista ela ouviu a mãe dizer as seguintes palavras: “Não assisti. Não acredito que eu consiga ver esse filme.”

Se até os familiares daqueles que ganharam fama e dinheiro com o filme não querem assisti-lo, por que você deveria? Veja aqui o que o bispo Renato Cardoso publicou em seu blog sobre “50 tons de cinza”.

Você assistiu ou conhece alguém que tenha assistido ao filme? Por que algo vergonhoso faz tanto sucesso?

Fonte: http://www.universal.org

terça-feira, 3 de março de 2015

O que representa a festa do Carnaval.

 

O carnaval é uma festa que já existe há muitos anos. Se observarmos as Escrituras Sagradas, podemos verificar que festas semelhantes a esta eram realizadas por povos que viviam distantes de Deus (Gênesis 18, 19 e Êxodo 36). Mais tarde na Itália, surgiu uma festa chamada carnavale, que quer dizer “o tempo em que se faz uso da carne”.

Hoje em dia, no Brasil, o carnaval é uma festa que acontece nos três primeiros dias que antecedem a quarta-feira de cinzas, e é realizada com o intuito de incentivar as pessoas a fazer tudo o que têm vontade, sem restrições. É uma forma de liberdade para realizar o que a vontade carnal deseja, como: prostituição, vícios, mentiras, adultério, brigas, contendas e muitas outras coisas escondendo-se atrás dos “dias de folia”.  Não há a menor preocupação entre as pessoas que participam desta festa, em agradar a Deus ou praticar o que é certo. Mas uma vontade de guiar a si mesma para os prazeres da carne.

Se procurarmos no dicionário o significado da palavra carnaval, podemos observar que ela tem como sinônimo as palavras “confusão, desordem e orgia”, coisas que não nos trazem benefício algum, pelo contrário, nos afasta de Deus.

Além de tudo, a Bíblia nos ensina que quando queremos conhecer se a arvore é boa ou má, devemos olhar os seus frutos, sendo assim, podemos observar que os frutos do carnaval são totalmente maus, uma vez que as pessoas ficam embriagadas, sofrem acidentes, muitos cometem assassinatos, outros traem, prostituem, brigam, pessoas são contaminadas pelo vírus da AIDS, famílias são destruídas etc.

Se queremos andar com Deus, devemos nos afastar e tudo que O desagrada, e para aqueles que O amam, isso não é um sacrifício, mais um dever diário.

“Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede, antes, servos uns dos outros, pelo amor.

Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. (...)Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.” Gálatas 5 13:21

Fonte: http://aldineijoao.blogspot.com.br

APRESENTAÇÕES EM POWER POINT PARA VOCÊ

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin