domingo, 26 de setembro de 2010

VOCÊ CONHECE NICK VUJICIC ?

Assista esta entrevista (legendada) e com certeza você terá uma nova visão da vida.

A Fé derruba o vício

Estudo da Unifesp revela que a fé é decisiva para dependentes abandonarem as drogas

uso do crack

Sem escolher classe social ou faixa etária, as drogas causam milhões de vítimas no Brasil. Só este ano, o Governo investiu R$ 410 milhões para tentar frear principalmente o avanço do crack. Um estudo de 2008, divulgado no final de agosto deste ano pelo departamento de psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), revelou que o melhor antídoto contra o vício é a fé.

A religiosidade é um fator decisivo para que viciados abandonem as drogas. A pesquisa, sob a coordenação da professora Solange Nappo, pesquisadora do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), também comprovou que, além da fé, oração e perdão são fundamentais. Este estudo envolveu 21 instituições religiosas de São Paulo e foi iniciado, segundo a pesquisadora, por uma curiosidade como afirmou ao jornal “Diário de S.Paulo”: “Sempre quis saber porque alguns jovens vivendo em locais onde a disponibilidade de drogas era grande não a usavam, enquanto outros, na mesma localidade não se afastavam delas.” Participaram da pesquisa 85 jovens. Solange destacou que a sociedade rejeita o viciado e só lhe dá duas opções: a internação e a prisão. E, confirmando o resultado da pesquisa sobre a importancia da fé, a Igreja Universal, desde que surgiu há 33 anos, já ajudou milhões de pessoas de todas as classes sociais e idades a deixarem as drogas. Hoje, muitos deles são obreiros, pastores e bispos e trabalham para que outros dependentes químicos tenham esperança e, recuperem a autoestima.

crack1

O 1º Levantamento Nacional sobre Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas entre Universitários, divulgado pela Secretária Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) revelou que quase a metade dos universitários do País já usou drogas. Foi assim com a curitibana Jéssica de Souza Cardoso, de 22 anos. “Eu comecei a beber e em seguida consumi maconha. Tinha 18 anos e as experiências de festas e baladas tambémnão foram nada boas”, lembrou ela, que conseguiu se livrar destas substâncias frequentando reuniões da IURD onde conheceu o grupo Força Jovem.

Já entre as ações imediatas do Governo, há a ampliação de vagas em hospitais para internação de viciados. Mas, como ressaltou o coordenador de Saúde Mental, Álcool e Drogas do ministério da Saúde, Pedro Delgado, á Agência Brasil, apesar da necessidade a internação não deve ser vista como solução do problema. “Em situação de risco existe a opção da internação, mas precisamos de ações intersetoriais para combater este mal”, destacou.

FONTE: Folha Universal – edição 962 – de 12 a 18 de setembro de 2010 / Ponto Final

sábado, 25 de setembro de 2010

Você caiu num buraco ?

Você se encontra numa situação difícil?
ASSISTA ESTE VIDEO E VEJA UMA BOA DICA PARA VOCÊ SAIR DESTA SITUAÇÃO


Ache outros vídeos como este em Comunidade Universal

Esse é o Milagre

Leia o testemunho de uma pessoa que estava com a vida destruida em todos os sentidos e já pensava em se matar mas envagelizada pelo seu irmão sua vida mudou.

Leia com atenção e veja o que DEUS fez para ela e também pode fazer por você

Meu nome é Lilian Coelho Santos, tenho 20 anos e gostaria de contar um pouco do meu testemunho. Tudo começou quando eu era criança. Pelo fato de meu pai beber muito e agredir minha mãe eu fui ficando uma criança revoltada e assim eu cresci. Aos 9 anos eu já tinha dentro de mim um desejo de matá-lo por causa das coisas que ele fazia, pois, além de espancar minha mãe, ele espancava a mim e meus irmãos. Éramos em 8, e 2 irmãos eu perdi na vida do crime. Eu ficava planejando como matá-lo, e por causa desse sofrimento eu fugi de casa quando tinha 11 anos. Ali começou o inferno na minha vida, pois foi quando aprendi a usar drogas e morei nas ruas.

Por 4 anos morei na rua. No início, parecia que todos eram meus amigos, mas eu vivia drogada e na hora não me lembrava que tinha uma mãe sofrendo em casa. Apanhava da polícia, cheirava cola, usei crack, lança perfume, maconha, cocaína e, para sustentar tantos vícios, comecei a me prostituir, vendendo meu corpo em troca de drogas. Havia noites que me relacionava por R$ 50 e outras vezes cheguei a roubar por causa dos vícios. Mesmo sendo nova, ia aos mercados e roubava, pois vendendo o que havia roubado, conseguia as drogas que meu corpo necessitava. Dos 12 aos 16 anos não conseguia mais estudar. Sempre que tentava ir à escola eu arrumava confusão, brigava muito e por várias vezes fui suspensa.

Nesses 4 anos, voltei para casa diversas vezes, ficava alguns meses e voltava para a rua. Eu não aguentava a minha casa e, por isso, saía às sextas–feiras, ia para as baladas e voltava só na segunda-feira; havia vezes que nem voltava.

Aos meus 14 anos, por viver sempre rodeada dos que eu achava que eram amigos, comecei a surfar em cima do trem. Na época, eu achava que era o máximo, era uma adrenalina, a sensação do vento bater no rosto e a gente conseguir se equilibrar em cima do trem, até que um dia eu caí e o trem passou por cima da minha perna. O próprio maquinista me socorreu; creio que foi Deus que fez isso, e fiquei internada por 2 meses e 15 dias, mas mesmo assim não me entreguei a Deus.

Depois que perdi minha perna, fiquei pior, pois pensava assim: “Já perdi a perna, só falta perder a vida. E com esse pensamento me aprofundei nas bebidas e nas drogas, pois achava que não tinha nada a perder. Saía com homens casados, não me importava mais com nada e, acreditem, eu usava muletas, mas ninguém me parava.

Lilian

Aos 16 anos foi meu fundo do poço, pois mesmo fazendo muitas besteiras ainda não havia tentado contra minha própria vida.

Meu irmão, que hoje é obreiro, havia sido jurado de morte e foi para a Bahia fugir dos que queriam matá-lo, e lá minha irmã já era obreira e o ajudou muito. Eu fiquei aqui em São Paulo e tentei o suicídio. Tentei cortar meus pulsos e ficava sempre maquinando como poderia me matar.

Depois de um tempo, meu irmão voltou da Bahia transformado. Ele era um homem de Deus e isso chamou minha atenção. Meu irmão, que assim como eu era dependente das drogas, de repente volta outra pessoa, sem medo dos que queriam matá-lo e com um semblante calmo; era outro homem e ele me evangelizou, ou melhor, ele me desafiou, dizendo que se eu me entregasse para Deus eu iria mudar, e se nada acontecesse eu poderia ficar com a vida que eu tinha. Isso foi quando eu achava que para minha vida não havia mais solução.

Fui para a Igreja Universal do Reino de Deus de Carapicuíba (SP) e ali começou a minha libertação. Durante um mês fui todos os dias à igreja, de domingo a domingo, tamanha era a minha sede e necessidade de buscar a Deus. Após um mês, me batizei nas águas, tive meu encontro real com Deus e fui batizada com o Espírito Santo.

Lilian 01

Sei que Deus conhece o nosso coração e ele fez tudo na minha vida. Ele sabia que sem a presença dele eu não conseguiria largar o que larguei, e por isso me selou com o Seu Espírito e eu nunca mais fui a mesma. Hoje, sou uma jovem realizada na minha vida espiritual, tenho dois irmãos obreiros, minha mãe frequenta a igreja, e meu pai, que era o motivo da minha dor, está indo à igreja também. Sei que Deus fará a obra completa na minha família, pois só Ele mesmo para me aceitar. Deus abriu as portas e pude colocar uma prótese. Hoje sirvo a Deus como obreira, mesmo com uma prótese, para que todos saibam que nem o nosso Deus nem a nossa Igreja fazem acepção de pessoas.

Todos os dias, sirvo ao meu Senhor com prazer, e Ele, na Sua misericórdia, me usa para salvar outras vidas.

Tenho meu propósito em servi-Lo no altar ao lado de um homem de Deus por esse mundo a fora, e sei que ele fará isso a seu tempo.

Obrigada pela oportunidade de colocar meu testemunho para honra e glória do Senhor Jesus. Sou obreira na Catedral de Santo Amaro (Av. João Dias ,1800 – São Paulo) e faço parte da Força Jovem, onde procuro, com meu testemunho, ajudar outros jovens.

Que Deus em tudo o abençoe e, como o senhor sempre diz: “Vai arrebentar!”

Lilian Coelho Santos

FONTE: Blog do Bispo Edir Macedo - Clique aqui para conhecer o Blog

domingo, 12 de setembro de 2010

Veja o que este empresário fez para chegar no que ele é hoje.

A crucificação de Jesus

Segue um esboço hipotético da sequencia dos eventos da crucificação.

  • Às nove da manhã Jesus chega ao Gólgota. Quando estão a ponto de atravessar suas mãos e pés com pregos, oferecem-lhe vinho misturado com mirra para deixá-lo entorpecido e para embotar o senso de dor. Ele, porém, o recusa
  • Enquanto o pregam na cruz, Jesus diz: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”. Para nós é difícil controlar a ira contra os assassinos, mesmo quando simplesmente lemos a respeito disso. Ele, porém, estava totalmente isento de ressentimentos
  • Suas roupas são divididas entre os soldados. Uma placa com os dizeres “Rei dos judeus” é colocada acima de sua cabeça. Está escrita em três idiomas: hebraico, latim e grego, a fim de que todos possam ler e entender de que crime é acusado
  • Recebe as zombarias, vaias e desprezo dos principais sacerdotes, dos anciãos, dos escribas e dos soldados – uma multidão desumana, brutal, desprezível e de coração empedernido
  • Depois de talvez uma ou duas horas, Jesus diz ao criminoso arrependido: “Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso”
  • Jesus diz a sua mãe, referindo-se a João: “Aí está o seu filho”. A João ele diz: “Aí está a sua mãe”. Que morte gloriosa! Orou pelos seus assassinos, prometeu o paraíso ao criminoso e providenciou um lar para a sua mãe – sendo esta a sua última ação na terra
  • As trevas caem e duram desde o meio-dia até as três horas da tarde. Suas primeiras três horas na cruz foram marcadas por palavras de misericórdia e de bondade. Agora Jesus entra na etapa final de seu sofrimento pelo pecado humano. É possível que as trevas simbolizem o distanciamento de Deus. Nunca neste mundo poderemos saber o que Jesus sofreu naquelas três horas pavorosas
  • Suas quatro últimas declarações são feitas enquanto está expirando

“Deus meu! Deus meu! Porque me desamparaste?” – Sozinho, nas dores do inferno, a fim de livrar-nos de irmos para lá

“Tenho sede” – A febre ardente e a sede excruciante acompanhavam normalmente a crucificação. As palavras podem ter sido mais do que isso. Ofereceram-lhe vinagre. Passados os sofrimentos, ele o aceita

“Está consumado” – Uma exclamação de alívio e alegria triunfantes. Foi rompido o longo reinado do pecado e da morte humanos

“Pai, nas tuas mãoes entrego o meu espírito”

  • Um terremoto, a cortina no Templo é rasgada ao meio, os túmulos se abrem
  • O centurião crê. As multidões ficam aflitas
  • Sangue e água fluem do lado de Jesus
  • José e Nicodemos pedem o corpo de Jesus para o sepultamento

E assim a noite cai sobre o crime mais sinistro e hediondo da história.


Fonte: Manual Bíblico de Halley

“O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz subir” 1Sm 2:6

Esta mensagem foi copiada do blog KURYUSTHELORD, para conhecer é só clicar

neste link: http://kuryusthelord.wordpress.com/

Não desista

Um rapaz pediu a Jesus um emprego, e uma mulher que o amasse muito.

No dia seguinte, abriu o jornal e tinha um anúncio de emprego.

Ele foi, viu a fila muito grande e disse: eles são melhores do que eu, e foi embora.


No caminho, um garoto lhe deu uma rosa ....no ônibus ele chateado joga a rosa fora.


E ao chegar em casa briga com Jesus
É assim que me tratas? É assim que me amas ?


E vai dormir.  E sonha com Jesus dizendo:


O emprego era seu, mas você não confiou e desistiu antes mesmo de lutar. Aquela rosa foi eu que te dei... inspirei aquela criança a lhe dar!!!
O amor da sua vida, estava sentado ao seu lado, em vez de você dar a rosa a este amor, jogou a rosa fora.


Reflita!


Jesus abre as portas e mostra o caminho. Não desista no primeiro obstáculo. Não desista confie que Jesus pode agir em sua vida.


Os obstáculos existem para ver até onde vai a tua fé.
(Autor: Desconhecido)

Não desista! As respostas de oração precisam ser de acordo com a vontade  de Deus e não a nossa. A leitura da Palavra de Deus nos enriquece espiritualmente de acordo com aquilo que Deus planeja para a nossa vida, não desista de buscá-lo. Ele pode agir, simplesmente creia.

domingo, 5 de setembro de 2010

ESTE VIDEO É UM ALERTA IMPORTANTE
NÃO DEIXE DE ASSISTIR


Gostaria de saber a sua opinião, deixe o seu comentário...
Fico grato pela sua visita ao Blog e que DEUS te abençõe

APRESENTAÇÕES EM POWER POINT PARA VOCÊ

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin