quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O Diário de uma Bíblia

bíblia

 

Uma Bíblia resolveu que iria escrever um diário. O resumo ficou mais ou menos assim:

20 de Janeiro
Passei uma semana calma. Nas primeiras noites do Ano Novo, meu proprietário me leu diariamente e fervorosamente. Eu quase pulava de tanta alegria. Mas agora parece que me esqueceu um pouco. Acho que é a vida corrida dele, logo passará essa fase de pouco contato comigo.


16 de Fevereiro
Achei que essa fase iria passar rápido, mas fiquei toda empoeirada. Hoje, graças a Deus, foi faxina geral de final de verão. Fui desempoeirada como outros objetos e recolocada em meu lugar.


24 de Março

Fui utilizada depois do café pelo meu proprietário. Ele analisou alguns trechos e me levou ao culto. Acho que agora ele animou!


08 de Maio

Hoje foi um dia duro de trabalho. Meu proprietário dirigiu um estudo bíblico e teve que procurar vários versículos. Raras vezes os encontrava, mesmo estando todos no velho lugar. Será que ele anda esquecendo de mim?


29 de Junho

Fui colocada, juntamente com roupas e outros objetos, dentro de uma mala. Parece que estamos em viagem de férias.


10 de Julho

Ainda estou na mala, embora quase todos os outros objetos já tenham sido retirados. Será que farei parte dessas férias?


15 de Julho

Estou novamente em casa, no meu velho lugar. Foi uma viagem cansativa. Não entendo porque tive de participar dessa viagem, já que fiquei o tempo todo descansando na mala, quando eu queria mesmo era ser usada e manuseada.


10 de Agosto

Hoje fui utilizada mais um pouco. Meu dono procurou um versículo, pois um parente seu faleceu.


20 de Novembro

Não sei mais o que faço! Faz mais de três meses que só vou ao culto e mais nada. É do culto pra casa, da casa pro culto. Será que somente de domingo meu dono lembra de mim? Não aguento mais essa vida de monotonia!

Seria esta a sua Bíblia?

FONTE: Blog Cruz Vazia

QUEM ME TOCOU ?

Como anda a sua fé?

Quem me tocou

Quero lhe falar hoje sobre , usando como base (Lucas 8-43 a 48)

Certa mulher que, havia doze anos, vinha sofrendo de uma hemorragia, e a quem ninguém tinha podido curar e que gastara com os médicos todos os seus haveres, veio por trás dele e lhe tocou na orla da veste, e logo se lhe estancou a hemorragia.
Más Jesus disse: Quem me tocou? Como todos negassem, Pedro com seus companheiros disse: Mestre, as multidões te apertam e te oprimem e dizes: Quem me tocou? Contudo, Jesus insistiu: Alguém me tocou, porque senti que de mim saiu poder.
Vendo a mulher que não podia ocultar-se, aproximou-se trêmula e, prostrando-se diante dele, declarou, à vista de todo o povo, a causa por que lhe havia tocado e como imediatamente fora curada.
Então, lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai-te em paz.

(Lucas 8-43 a 48)

Nesta passagem Bíblica conta a história da mulher “que, havia doze anos”, lutava com uma hemorragia. Além de ter sido essa uma condição médica perigosa, a doença carregava o estigma da impureza, o que, sem dúvida aumentava a miséria daquela mulher. Enquanto isso, os médicos nada podiam fazer. Ela vivia tão desesperada, que gastou todo o seu dinheiro; todavia, somente piorava o que não é de surpreender, considerando os tipos de tratamento médico existentes naquela época. Mal podemos imaginar quanto sofrimento e culpa ela carregava por causa de sua enfermidade.

Então, apareceu Jesus, Aquele que realizava milagres e disse: Mulher, a tua te salvou. .

Aquela mulher tinha muita em Jesus; o bastante para crer que, se ela pudesse tocar sua veste, seria curada. Na verdade, não foi às vestes que a curou, nem mesmo o toque. Foi apenas o poder de Deus operando em alguém que, em total desespero, foi ao Senhor com fé, consciente da própria impotência e necessidade. Aquele toque foi a revelação da em obras, e cristianismo significa exatamente isso.

É muito comum ouvirmos a frase "eu não tenho fé" ou "eu não consigo ter fé", mesmo que a pessoa diga que crê em Deus.

Por isso hoje o Senhor te escolheu para que você ouse como esta mulher ousou. Mesmo que você não tenha mais fé, ouse como ela. Ela tinha fé que: “se eu apenas tocar na as vestes dele, ficarei curada”. Ela tinha fé que só Jesus poderia lhe dar a cura.

E você? Como está a sua ? Você se considera uma pessoa de ?

Pense bem. Normalmente é muito fácil dizer que se tem fé quando as coisas vão bem. Mas, e quando as coisas começam a dar errado? Você é aquele tipo de pessoa que se mantém calma e serena, procurando centrar-se naquilo que é necessário fazer, esperando com boa vontade que os maus momentos passem e dêem lugar a dias melhores?

Normalmente, quando as coisas não vão bem, a tendência da grande maioria das pessoas é lamentar a sua sorte e abandonar toda a que dizia ter. “Como isso pôde acontecer comigo? Logo eu, que sou uma pessoa de ... O que foi que eu fiz de errado?”.

Quando tudo parecer perdido para você, quanto tudo parecer acabado, quando não haver mais forças para lutar ou para vencer a prova, é preciso ter , é preciso acreditar que somente um, Deus, pode fazer o impossível possível na nossa vida, mesmo que Deus ás vezes pareça demorar, ou pareça não nos ver, é preciso ter fé, mesmo que a prova seja grande, é preciso ter , mesmo que pareça impossível, é preciso ter , mesmo que sejamos pecadores, rebeldes, ingratos, é preciso ter fé, pois a mesmo que pareça ser mais simples e mais fácil do que orar e jejuar é o ato de entrega mais difícil da vida do cristão, pois mostra o quanto confiamos em Deus e acreditamos no impossível que Ele possa fazer.

Embora pareça que Deus está longe e muito ocupado resolvendo os problemas de toda a humanidade, jamais devemos deixar de ter nEle, cabe em nosso coração e pode nos ajudar a qualquer momento.

Seja qual for o seu problema, seja ele financeiro, seja conjugal, seja familiar, seja espiritual, seja a sua saúde, seu lar, seu trabalho, seus estudos, seu namoro, seu casamento, seus filhos, seu ministério, sua vida, é preciso ter , pois todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus, e mesmo sem saber Deus está nos ensinando a acreditar.

Por isso hoje eu te convido junto comigo a acreditar, te convido a parar de murmurar e entregar a sua vida nas mãos de Deus, te convido a chorar na presença dEle se for preciso, te convido a gemer no seu altar, te convido a derramar o coração e as suas lágrimas na sua presença, e te convido principalmente a ter , eu te convido hoje a acreditar, tenha , seja qual for o problema, hoje eu te convido a crer, esperar mesmo que não se possa ver, hoje eu te convido a sonhar, a ter .

Certo é que se enchermos os céus com as nossas orações e a presença de Deus com os nossos pedidos, através da e da constante perseverança, também nós superaremos todos os obstáculos humanos e aí então entraremos na dimensão da promessa que permite ao Senhor Jesus sentir que Dele está saindo poder sobre aquele que está tocando a orla da Sua veste que é santa, de modo que naquele momento Ele mesmo fará chegar o dia de recebermos a cura e o milagre em cada área enferma de nossa vida – espiritual, sentimental, material, física, profissional ou qualquer outra, pois todo aquele que O toca com é visitado pela graça sobrenatural e abundante do Rei dos reis e Senhor dos senhores!

Tenha fé em si mesmo, porque Deus habita dentro de você!

FONTE: Wesley Simões - www.evangelismoemslides.com.br

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Bendita Tribulação

 

A alegria das conquistas materiais tem causado verdadeira sensação de bem estar. O relacionamento com Deus parece estar em dia. O fiel sente-se mais animado, mais estimulado na fé e até propenso a fazer a obra de Deus.

Mas quando as tribulações começam a dar sinais, a alegria dá lugar à tristeza, a euforia esfria e a fé dá vez às dúvidas e lamentos. A disposição de servir a Deus se apaga.

tribulaçãoNeste momento, sua confissão de fé é julgada. A cruz e o mundo ficam aguardando para onde ela vai pender. E é justamente aí que se define o tipo de fé que se tem.

Deus não nos tem dado fé apenas para o sucesso espiritual e material, mas também para os supostos insucessos. No mundo da energia sobrenatural, tudo coopera para o bem, tanto os ganhos quanto as perdas.

Afinal de contas, quem vive na dependência do Espírito Santo já morreu para este mundo. As lutas e dissabores enfrentados na Terra fazem parte do aprendizado do viver a vida pela fé.

Salomão é um grande exemplo dos prejuízos causados pela ausência de tribulações. Nasceu para reinar sem qualquer problema. E, por ter conquistado o coração de Deus, tornou-se o mais sábio da Terra. Ele foi poderosamente rico, não havia nada que sua alma desejasse e não fosse satisfeita.

Nem inimigos tinha.

Chegou ao ponto de enviar carta ao rei de Tiro dizendo:“O Senhor, meu Deus, me tem dado descanso de todos os lados; não há nem inimigo, nem adversidade alguma.” I Reis 5.4

A história registra que a ausência de problemas tornou-se o maior e mais grave adversário de Salomão. A sensação de felicidade cristã pode tornar-se num inimigo mortal, haja vista que impõe relaxamento na fé e, consequentemente, frieza espiritual.

“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.” Mateus 26.41

Fonte: Blog Bispo Edir Macedo

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

AFINAL....DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ ?



Havia um grande muro separando dois grandes grupos.

De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.
Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios e todos os humanos que não servem a Deus.
E em cima do muro havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar cristão, mas que agora estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se deveria aproveitar um pouco os prazeres do mundo.

O jovem indeciso observou que o grupo do lado de Deus chamava e gritava sem parar para ele:

- Ei, desce do muro agora... Vem pra cá!

Já o grupo de Satanás não gritava e nem dizia nada. Essa situação continuou por um tempo, até que o jovem indeciso resolveu perguntar a
Satanás:

- O grupo do lado de Deus fica o tempo todo me chamando para descer e ficar do lado deles. Por que você e seu grupo não me chamam e nem dizem nada para me convencer a descer para o lado de vocês?

Grande foi a surpresa do jovem quando Satanás respondeu:

- É porque o muro é MEU!!!

Nunca se esqueça: Não existe meio termo. O muro já tem dono!!!

E VC DE QUE LADO ESTÁ???? 

sábado, 1 de outubro de 2011

O que fazer quando não se sabe o que fazer

É PRECISO ESFORÇO


Certo dia, um homem caminhava por uma estrada deserta e começou a sentir fome. Não estava prevenido, pois não sabia que a distância que iria percorrer era longa.
Na tentativa de encontrar alguma coisa para acalmar o estômago, começou a prestar atenção na vegetação ao longo do caminho. De repente notou que havia frutos maduros e suculentos em uma árvore. Aproximou-se, porém logo desanimou, pois a árvore era muito alta e os frutos inacessíveis.


Continuou andando e foi vencido pela fome e pelo cansaço. Sentou-se à beira do caminho e ficou lamentando a sua sorte. Não demorou muito e ele avistou outro viajante que vinha pelo mesmo caminho. Quando o viajante se aproximou, o homem notou que ele estava comendo os frutos saborosos que não pudera alcançar e lhe disse:
- Amigo, belo fruto você encontrou.
- É, respondeu o viajante. Eu encontrei no caminho, a natureza é pródiga em frutos suculentos.
- Mas você está com a pele machucada, observou o homem.
- Ah, isso não é nada! São apenas alguns arranhões que ficaram pelo esforço que fiz ao subir na árvore para colher os frutos.
E o homem, agora com mais fome ainda, ficou sentado resmungando, de estômago vazio, enquanto o outro viajante seguiu em frente.
Algumas vezes, fatos como este também ocorrem conosco. Ficamos sentados, lamentando o sofrimento, contudo, não abrimos mão da acomodação para sair em busca de solução. Esquecemos que é preciso fazer esforços, lutar, persistir.
É comum ouvir pessoas gritando por um “lugar ao sol”, contudo as que verdadeiramente o buscam trazem algumas queimaduras, fruto da luta pelo ideal que almejam. Outras, mais acomodadas, dizem que Deus alimenta até mesmo os pássaros. Por que não haveria então de providenciar o que necessitam? Essas estão certas, em parte, pois se é verdade que Deus dá alimento aos pássaros, também é certo que ele não joga dentro do ninho.
O trabalho de busca pelo alimento é por conta de cada pássaro, e muitas vezes isso não é fácil. Há situações em que eles se arriscam e até saem com alguns arranhões. Por vezes a escalada é árdua, exaustiva, solitária. É preciso se esforçar para alcançar os frutos desejados, principalmente os que saciam a sede da alma.
Jesus ensinou: “Batei, e a porta se abrirá” (Mateus7.7), mas os passos até chegar à porta e o esforço de bater, devem ser feitos. Ele também disse: “Buscai e achareis”. Outra recomendação na qual está  contida a ação nenecessária. Buscar é movimento, esforço, ação. Seria diferente se Jesus tivesse dito: espere passivamente até que a porta se abra ou fiquei aí parado até os desejos se realizem.
No entanto, é preciso saber o que se busca e por qual porta desejamos entrar. Ainda aí nossa escolha é totalmente livre. Nossa vontade é que nos conduzirá para o lugar onde queremos chegar.
Sendo assim, façamos a nossa escolha e optemos por chegar lá, e chegar bem. Deus dá asas a todos os pássaros, todavia, enquanto as andorinhas voam em busca dos climas primaveris e os colibris descobrem novas flores, os abrutres farejam a morte para alimentar-se com os restos dos animais vencidos.
Fonte: Revista Voz de Esperança   - http://www.estudoscristãos.com/

APRESENTAÇÕES EM POWER POINT PARA VOCÊ

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin