domingo, 3 de março de 2013

Entre o fast food e a Palavra de Deus

 

Sendo religioso ou não, qualquer pessoa ao redor do planeta já ouviu falar ou leu parte ou toda a Bíblia Sagrada. Não há sombra de dúvida que é um dos livros, mais citado de todos os tempos.
A melhor definição para a Bíblia é que ela é uma coleção diversificada de escritos, dividido em duas partes:

• Antigo Testemento, que narra a história do relacionamento de Deus com e em favor do povo hebreu;
• Novo Testamento, que compartilha a história de Jesus, o Filho de Deus, relata seus ensinamentos, a vida, a morte e ressurreição, como também as experiências dos primeiros cristãos.
bíblia
O significado da Bíblia Sagrada para a fé cristã é bastante profundo. O cristão se relaciona com a Bíblia considerando-a a Palavra de Deus em forma escrita. Nas páginas bíblicas, nutre e desenvolve a fé através da obra do Espírito Santo, que por meio da leitura aponta para Jesus Cristo. Ao ler, o cristão recebe novas percepções que o ajuda a crescer, se percebe desafiado a buscar um relacionamento com Deus mais profundamente.
O Pr. Geremias do Couto escreveu o seguinte sobre seu contato com os livros dos livros:

"Quanto mais leio a Palavra, mais sinto necessidade de lê-la. Aprendi que não posso viver sem ela. Por muito tempo, minha leitura priorizava encontrar bons temas para mensagens, estudos bíblicos e artigos para a publicação. Ficava atrás de bons esquemas para as minhas exposições bíblicas. Era uma espécie de "fast food". Pude perceber, com o passar dos anos, o quanto perdi. Não que as mensagens, os estudos bíblicos ou mesmo os artigos deixem de ter o seu lugar. Mas hoje tenho outra perspectiva.

Leio a Bíblia porque ela me é imprescindível. Busco encontrar nela o modo como Deus quer que eu viva. Tenho-na como o alimento que nutre a minha vida espiritual todos os dias, sem o qual jamais estaria fortalecido para os embates da vida. Leio-na com o propósito de deixar que ela induza em mim, como bem expressou Russel Shedd, bons hábitos para o meu dia a dia. Leio-na por necessidade, sem deixar de levar em conta o prazer que encontro em cada passo da minha leitura

Tenho como prática ler em diferentes versões, inclusive aquelas cuja linguagem é mais acessível ao entendimento. Concentro-me em extrair o máximo de cada passagem, sem deixar sobras para trás, deixando que o Espírito Santo aplique cada período, cada frase, cada palavra ao meu coração. Oh, quanta riqueza! Aprendi que a partir dessa perspectiva, dessa mudança de foco, as demais coisas são consequência. As mensagens saltam aos olhos, os estudos, mediante boa exegese, brotam como grandes nascentes, e o pão que me é servido à mesa, posso compartilhá-lo com muito mais alegria."
E.A.G.

Fonte: http://belverede.blogspot.com.br

APRESENTAÇÕES EM POWER POINT PARA VOCÊ

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin